Gosto do teu corpo
No contacto com o meu
Gosto do arrepio da tua língua
Gosto que me digas quero mais
 Gosto das palavras obscenas
Que dizemos juntos
Gosto dos pelos da tuas pernas
Já para não falar do teu peito
Gosto de te ouvi gemer
Gritando de prazer
Gosto da tua boca
Na minha branca pele
Gosto do teu perfume
Do cheiro do teu corpo
Gosto de acariciar o teu pescoço
Mesmo quando tens cócegas
Gosto deste amor no sangue
Que corre quente a cem à hora
Gosto do teu sorriso malandreco
Daquele que me faz derreter
 Gosto desejar-te loucamente
Nem que seja por um beijo
Gosto da tua barba a picar-me
Na minha branca rosada pele
Gosto tanto amar-te, desejar- te
De fazer amor contigo