Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

ABISMO

O abismo tem fim
Deixa a voz sair
Gritando por dentro
No silêncio da minha alma
Calo-me para a vida seguir
Neste abismo de liberdade
A vida é um salto alto
E eu só tenho medo de cair
Onde todos os abismos
São povoados de gritos
E o inferno não tem asas
Mas a nossa mente tem
Todo abismo tem uma porta
Se não te libertares por medo
Então viverás preso para sempre.