Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

AMANHEÇO

Amanheço nos teus olhos
Que me deslumbro só de olhar-te
Amanheço nos teus braços
Onde eu mais quero estar
Amanheço envolta em ti
Presa de tantos aconchegos
Amanheço agarrada ao teu corpo
Porque tu és a minha poesia
Amanheço todos dias
No encontro de mim, de ti, de nós.