Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

AMO-TE CORTAS-ME

Amor cortas-me a respiração
O teu toque desconcerta-me
E as tuas palavras deixam-me
Cheia de desejos em abraços
Despidos de beijos silenciosos
E as mãos soltas para me abraçar
Tu sabes que não te cruzaste
Na minha vida sem uma razão
E eu amo começar o dia quando
Tomo um delicioso café contigo.