Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

CONTIGO

Quero do teu corpo
O que mais anseio
Ter-te como se fosses
Tudo em mim
Sentir o arrepio do teu toque
Na minha espinha audaz
Assim sendo sou-o contigo
E por seres como és
Percorro os desertos secos
Atravesso os marés revoltosos
Para ter quem me acolhe
Quem me deslumbra
Quem me ama
E deseja desta maneira louca.