Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

DEIXA-ME CHORAR

Deixa-me chorar lágrimas de sangue
Onde as palavras moram só
Para escrever sem pensar
Palavras que repulsam a alma
De frívolas memórias

Mia Rimofo