Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

DÁ-ME

DÁ-ME


Dá-me amor
Daquele que só nos sabemos
Leva-me a hotel
Com todo o teu desejo
Dá-me beijos daqueles
Que me arrepiam a espinha
Dá-me uma noite de amor
Daquelas que as memórias
Sejam doces orgasmos
Ama-me, deseja-me
Como um louco
Colado ao meu corpo
Possui-me
Para sentires a adrenalina
Do nosso pecado.