Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

DOU-TE

Dou-te os meus beijos
O meu corpo presente.

Dou com toda a certeza
Tudo que tenho cá dentro.

Deste meu corpo cansado
Destronado pela dor.

Onde aqueço o meu regaço
Da amargura da vida.

Só não te dou minha cruz
Porque tu já a tens meu amor!