Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

PENSAMENTOS- OLHAR

O meu olhar olha-te
Entre os salgueiros
Que o vento balança

O meu corpo deseja-te
Entre as águas que correm
Transparentes para o mar

Como posso fugir deste
Nosso encontro
Corpos que pedem amor
No sentido do gosto

Fazemos um trato
Um beijo
Uma mão
Um corpo
Num só momento
Pois será eterno

Ama-me
Seduz-me
Deseja-me
O resto logo verás