Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

POEMA

O meu poema
Ama, chora
E as minhas
Lágrimas
Cortam o vento
Para lançar
No tempo
As notas
De saudade.

Segura-me
Prende-me
Cega-me
E com o teu toque
Ensina-me amar-te

Mia Rimofo