Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

QUERO TER-TE

Quero ter-te
Quero amar-te
Como se não
Houvesse mais nada
Deste meu querer
Que me torna submissa
Amando-te
Mais do que cobiço
Quero ter-te
Quero amar-te
Mais de mil vezes
Que vivi matei e morri
Desejando-te.