Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

"SAUDADE NO PEITO

 "SAUDADE NO PEITO"


 És a minha fantasia e o meu desejo

És a saudade que dói no meu peito

És um sonho que sinto muitas vezes fugir

És esta dor que não cala

Este silêncio que fala, quero saber que existes

Quero ouvir as tuas palavras luminosas

Quero lembrar-me sempre dos nossos momentos

Quero nunca esquecer que quero-te muito

Quero jamais esquecer as madrugadas de sonho

Quero-te permanentemente no meu pensamento

E vivas eternamente no meu coração

Para que cada vez que olhar para o céu

Sonhar com o teu olhar.