Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

TU ÉS O MEU LOUCO

Tu és o meu louco amor
Vem deixa-me saborear-te
Deixa-me sentir-te em mim
Perder-me em mil pensamentos
Com o teu toque carinhoso
Vem amor, deixa-me beijar-te
Neste meu insano desejo
Mergulhar no teu corpo
Para saborear cada segundo
Estes meus incontroláveis desejos
Neste nosso tão insano amor
Pois tu és e serás sempre
O meu louco e desejado amor.