Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

UM SÓ

UM SÓ"

Quero perder-me em ti

Envolver-me na tua quimera

Somos uma só carne, uma só alma, um só corpo

Rompeste em mim todos os medos, onde eu residi

Habitaste no meu peito no tempo certo

Enlaço-me nos teus braços sem negar que te amo

Aprendi a sonhar Depois em ti na conjugação de nós

Devolveste-me a vida

Que as mágoas me prendiam ao chão

Para saborear o teu aroma, é perder-me no teu sabor

Sentir-te junto de mim, como se fôssemos um só

Quero-te muito meu amor

Como o perfume das acácias

Derreter-me no calor do teu corpo

As nossas mãos dadas com os dedos entrelaçados

Que nos tornam num só

Um só coração, uma só alma, um só corpo

Amando-te mais e mais.