Loading

ISABEL MORAIS RIBEIRO FONSECA

castelafonseca@sapo.pt

VIAGEM EXÓTICA SABORES EXÓTICOS

A boca, o beijo são o paladar dos sentidos

Bebamos o café com chocolate e hortelã

Tu já sabes que desejo-te na penumbra da noite

No entrecosto assado com limão, louro e alho

Eu não sei por onde anda o teu perfume de dia

De noite sinto-te no bolo de azeite, mel e nozes

Sei de ti na espera interminável, num dia de trabalho

Nas batatas assadas com bacon, alecrim e miscaros

Onde os gestos gritam de prazer na incerteza da dor

Do forno das peras assadas com mel e vinho do porto

Desejo-te só a ti e percorro cada cantinho da tua doce pele

Como se de um bolo de abóbora com laranja tratasse

Prometes-me a lua e eu acreditei na tua promessa

Entre o salmão assado com açúcar moscavado e cominhos

A tua respiração engole os meus doces suspiros

No borrego grelhado com o molho de iogurte e hortelã

Desejo-te só a ti como nunca desejei alguém

Como tu desejas o bife com molho de cerveja e ovo

Os teus lábios abrigam a minha boca do frio

No pato com laranja ou nos figos com amoras com vinho tinto

Há noite fizemos o que mais gostávamos de fazer, perdermo-nos

Nos olhos um do outro entre a canela, gengibre e pimenta

Os olhos são a janela da tentação, o corpo a porta do prazer

O passaporte é o amor, ele é fundamental para a viagem pelos sabores exóticos.